A minha meta pessoal!

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Fat Girl

"Sou gorda. (...)

Não sou uma activista gorda. Não se trata aqui de nenhuma aceitação de pessoas gordas, embora preferisse que as pessoas mais magras não me considerassem repugnante. Sei por experiência própria o que é ter sido magra e ter ouvido as pessoas magras falarem das gordas, e como é frequente os magros denegrirem os gordos. Na melhor das hipóteses têm pena deles. Também sei que, quando uma pessoa magra olha para uma gorda, a magra considera a gorda menos virtuosa que ela. A gorda carece de força de vontade, de orgulho, dessa miserável atitude, a «auto-estima», e não se preocupa com os amigos nem com os familiares, porque se se preocupasse com eles não andaria pelo mundo com esse aspecto de repugnante suíno, rinoceronte, hipopótamo, elefante, de monstro de grandes beiços, balofo e cheio de banhas. (...)

Detesto-me. Quase sempre me detestei. Tenho boas razões para o fazer, mas não por más acções praticadas. não me odeio por traições, por ter apunhalado nas costas alguém que tenha confiado em mim. Detesto-me por não ser bonita. Detesto-me por ser gorda."


Gosto da feira do livro... desde que vim morar para os arredores de Lisboa, nunca perco e vou sempre vários dias, com tempo para poder ver tudo o que me possa interessar! Estive lá num dia da semana passada e encontrei um livro com o titulo deste post... claro está que eu não seria eu se não pegasse para folhear... não me pareceu mau, decidi comprar! Em casa, li 4 folhas e arrependi-me... talvez percebam porque ao lerem estes pequenos excertos...
Gostava de o ler, um dia, gostava... mas mais para a frente, actualmente sinto que não tenho estofo psicológico para ler estas palavras sem ficar incomodada, perturbada... mas um dia quero lê-lo!

7 comentários:

Crista disse...

Queres saber o nome de uma nutricionista que óptimos livros e que muito me ajudaram no principio da RA: ISABEL DO CARMO

Principalmente o:

"Saber Emagrecer"
12 passos para perder peso com saúde.

Tem uma maça vermelha na capa.

Vais adorar


Mil beijos

Framboesa disse...

Já ando feita estronça para te comentar dd q cheguei mas acontecia sempre qq coisa...ou o servidor n me deixava deixar comments, ou bloqueava...uma xatice...ehehe

antes de mais quero agradecer as calorosas boas vindas! :-)

estive a ver as tuas fotos e a tua evolução e fiquei banzada...parabéns!estás realmente a mudar...e para melhor..e acredita:é só vantagens!na saude, no bem estar, no look e no ego!

Não conhecia este livro...e este ano nem fui á feira do livro com a azafama das ferias...mas pelo q vejo cada vez tem menos a ver ctg...ou melhor...tem secalhar mais a ver com um "tu" passado...


bjokas grandes e bom fds

Just me!! disse...

Amiga, eu axo k ng aqui tem ainda estofo para ler esse livro...isto pk ainda estamos no 1º step (mudar corpo) o 2º (mudar mente) ainda não está assim tão acessível como possa á 1ª vista parecer...começamos a ser magras por fora, mas continuamos a ser gordas por dentro..talvez por isso não seja aconselhavel nada k nos puxe ou fixe no 1º step...precisamos isso sim de caminhar na direcção do 2º!!
Bjs kerida e bom fds

Mishi disse...

Olá amiga!

Gostei deste excerto, é precisamente o que eu penso em relação ao que as pessoas magras pensam das gordas. Doi, não doi?

Beijinhos

Branquinha disse...

Olá Estela! Bem, eu ja pensei assim mas agora deixei isso de lado. uma pessoa se ker ser diferente, tem k ter força de vontade. Já agora, como e de quem éo livro? Beijos e bom fim-de-semana!

Victória disse...

Olá, realmente deve ser difícil lê-lo, eu tb não era capaz e o que me custa mais é saber que isso é totalmente verdade. Nada de desanimar. Já lutaste tanto, já conquistaste tantas vitórias e um dia vais lê-lo sem te sentires mal. Beijocas e bom fds

MJB disse...

Oi!
Não tens que esperar até ao dia em que ler isto não te incomode ou perturbe! Esse dia pode nunca chegar!
Algumas coisas que lemos incomodam-nos!!(não há volta a dar)... Eu nunca fui gorda e acredito que algumas passagens do livro me perturbem... Eu nunca estive presa e incomodam-me algumas descrições dessa condição... Eu nunca fui explorada e perturbam-me (antes mesmo de ler) essas descrições!

Se agora não te apetece ler o livro... deixa, deixa passar o tempo... um dia lês!!
Mas, se mesmo assim te incomodar... não é linear que seja por teres sido gorda! (não tens que carregar esse fardo eternamente)
Isso é passado...o que sentias nessa altura também (cada vez mais).
Se, quando leres, te sentires incomodada e perturbada é porque és e continuas a ser uma pessoa atenta e sensível... e ainda bem que assim é!!
Beijos
MJB