A minha meta pessoal!

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Uma questão de auto-estima...

Desde que escrevi o post anterior que há uma questão que me anda a dar a volta aos miolos... pois nos comentários surgem algumas referências à minha auto-estima/auto-confiança!

Passo a explicar (que eu cá gosto das coisas bem apuradinhas!)... o post referia-se "apenas" a um sonho que tive e parece-me óbvio ter ficado um pouco triste quando vi que não passava disso, pois existem marcas no meu corpo (umas visíveis e outras nem por isso) do peso que tive durante quase 25 anos da minha vida (até aos 6 anos fui magrinha), daí o referir-me às peles caídas e a tudo o resto! Não considero que tenha falta de auto-estima... acho que tenho a mesma que tinha antes e, sinceramente, não vejo motivos para ter mais... nem para menos!
Contrariamente ao que vou lendo por aí, não sou e não me sinto uma pessoa diferente do que era antes, tenho os mesmos objectivos na vida, tenho à minha volta as mesmas pessoas (e algumas que foram surgindo entretanto mas que, penso eu, surgiriam na mesma) e tenho os mesmos sonhos! Apenas encarei de frente um problema que tinha, tomei consciência da importância de o enfrentar... e passei a agir em conformidade com essa preocupação!

Motivos de orgulho? Não sei... se calhar até tenho, não tanto pela perda de peso em si, mas principalmente pela forma como a tenho encarado, pela forma com que a tenho conseguido gerir, de forma a não me condicionar em termos de convívio, de forma a não me deixar "paranóica", a viver a minha vida como antes... e a ser a mesma pessoa!

Se tenho medos? Sim, claro...alguns...muitos! Medo de voltar a recuperar o peso, medo dos vestígios que estes anos todos de obesidade deixaram no meu corpo (e, se calhar, na minha cabeça)... e tantos outros... Mas tenho medo, principalmente, de cair no ridículo, de falar exageradamente disto, de "resumir" a minha história de vida a este percurso que atravesso... de me esquecer de algumas angustias que passava antes... E por isso, às vezes penso se, inconscientemente, não vou "boicotando" a adaptação a tudo isto!

Agora...é claro que me sabe muito bem ouvir elogios (embora não saiba como reagir aos mesmos), é claro que me sabe bem conseguir vestir muita coisa que antes não vestia... e é claro que me sabe MUITO BEM sentir-me mais leve, mais ágil, mexer-me melhor, sentir todas as transformações que o meu corpo tem passado (até o raio das dores que por vezes me dificultam o sono me sabem bem!)... mas sabe-me bem, sobretudo, pelos ganhos que daqui advêm, essencialmente em saúde!

A questão da imagem... claro que não posso descurar (logo eu, que sou uma vaidosa do caraças!) e claro que sei que, socialmente, sou melhor aceite (embora reforce aqui a ideia da qual já falei há uns tempos, quando disse que poucas vezes na vida senti algum tipo de discriminação pelo peso, por sorte, tenho plena consciência disso, mas é a verdade)!

Se tenho dificuldades em lidar com a minha imagem actualmente? Tenho! Não no mau sentido... acho que apenas faz parte dum processo de adaptação pelo qual tenho que passar... afinal, foram muitos anos a viver com uma imagem e são poucos meses a viver com a actual... mas devagar, e com o apoio de quem está a meu lado, acho que chego lá!

E, como isto já vai longo... fico-me por aqui... mas não sem antes actualizar a barrinha lá de cima!

P.S. Sei que estou a dever muitas visitas... mas as oportunidades têm sido muito poucas (daí só escrever agora este post, que andava há uns dias a marinar!), espero em breve actualizá-las!

7 comentários:

Framboesa disse...

Gostei muito de te ler...nem sei o q acrescentar pq me revejo em muitas das coisas q dizes...mas acima de td percebo qd dizes q sentes mais orgulho pelo processo q pelo resultado...e é isso q deves ter sempre presente...conseguis-te dar a volta a uma situação q muita gente n csg numa vida...tu conseguis-te, por isso n descures o devido valor q te deves dar :-)
beijos a gostar de te ler

titinha disse...

ora aí está!
concordo plenamente com as tuas palavras!
Perder peso como muitas de nós perdemos nem sempre é fácil, nomeadamente pelas marcas psicológicas deixadas pela obesidade/excesso de peso! Concordo quando dizes que tens muitos medos e inseguranças, quem não os tem?
Somos pessoas como as outras! Temos incertezas e falta de segurança em algumas ocasiões o que não quer dizer que não somos felizes! Por vezes quem está de fora não compreende o que sentimos... é triste mas é verdade
Só te digo que és uma vencedora e que fraquezas todos temos!
bjs grandes!

Ana Bastos disse...

olá!!!
tu és uma vencedora que admiro, e costumo visitar há tempo... em silencio!!!
Admiro a coragem e todo o teu processo/progresso. (a coragem e força é mesmo o essencial - e é coisa que eu n tenho porque p perder 4/5 kg não arranjo essa coragem e determinação!)
Peço desculpa p ter mencionado bx de auto-estima, mas n era de todo intenção magoar, provavelmente a palavra foi mal interpretada o mal utilizada. sorry!!!

ah!inseguranças todos temos! uns numas coisas outros em outras!

bjinhuxxxx e tudo de booooooooom para ti!!!

Algodão Doce disse...

Olá minha querida!

Mas tens de ter sempre orgulho de ti, pois muitas de nós tentamos, tentamos mas...

Claro que deves ter mais orgulho do teu esforço e determinação do que da tua imagem...


Beiinhos doces e continuação de tudo de bom!
Algodão Doce

Sabrina Mix disse...

Ai, Estelinha!

Não pense muito nisso. Viva apenas o seu momento.

Quanto a sua reação aos elogios, acho que um "muito obrigada" está de bom tamanho.

Beijos e sucesso!!!

Marisa disse...

Lá me vou eu repetir, mas acredito que é mesmo uma questão de tempo para a "imagem actual" passar à "minha imagem". ;) Agora orgulho, deves ter sim, Estela. Mais do que pela perda, pela forma como a tens conduzido. AH! E parabéns! A 3 kilitos da meta. :)))

Beijinhos

Bolota disse...

É lixada esta minha dor de cotovelo... Irra!!!

Bjos :o)
B.

p.s. Hihihihihihi!!!!!!