A minha meta pessoal!

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Uma vez gorda... para sempre gorda!

Ontem, numa série de TV, ao ouvir alguns comentários feitos a uma mulher que tinha perdido 45kg e que estava (vestida) toda jeitosa, comentários esses alusivos ao aspecto da mesma sem roupa, apercebi-me mais uma vez disto... que é um rótulo que nunca vou perder... independentemente de ter ou não sucesso com a perda e manutenção do peso! E isto faz-me ficar triste!

9 comentários:

MJB disse...

Oi!

Ora bolas!
...de novo a mesma conversa... mas a menina não atina!?

Será que não dá para pensar que esse rótulo já era!
Que quem te conhece agora até tem dificuldade em pensar que já pesaste muito mais!

Já ninguém olha para ti como "gorda"!!
... esse "gorda" está só na tua cabeça!! (acredita em mim... que não te engano)

Beijinhos
MJB

Luna disse...

Eu acho que a imagem de gorda está quase sempre na nossa cabeça... é o que fica em nós e é mto importante conseguirmos vencer isso.
Eu confesso-te que n é facil... mas acho que quem perde tantos kgs como tu, só o facto de não os recuperares e te manteres num patamar aceitável será tão bom! força!
Beijinhos

Marisa disse...

Minha querida, não estando gorda não há razão para qualquer rótulo.
No máximo, as pessoas durante uns tempos irão comentar que estás tão bem, não pareces a mesma, etc. Enfim, aquelas apreciações positivas e as inevitáveis comparações do antes e depois. Depois esquecem. Passam a ver-te como alguém que é magro e ponto final. Nem poderia ser de outra maneira.

A conversa da obesidade terá mais a ver contigo mesma do que com os outros. Provavelmente, és tu quem precisa de se habituar à nova imagem e a uma "nova" identidade. Daqui a um tempo, vais ver, que até a ti te vai parecer estranho lembrar os outros tempos. Nesse dia o "rótulo gorda" vai ficar para trás e de vez.

Beijinhos

Marisa disse...

Ah! E quanto ao sem roupa..tive uma colega que teve uma montanha de problemas de saúde e, para além de ter feito um transplante aos rins, fez várias outras cirurgias. Ela tinha paixão pelas suas cicatrizes. Para ela, cada marca representava uma batalha e quando as via sentia-se uma guerreira. Eram exactamente os termos que usava.

Às vezes, fico com medo das marcas que os kilos a mais possam deixar. E claro, tento me cuidar de forma a minimizar os efeitos. Mas, às vezes, lembro-me dela. As marcas que simbolizavam o não ter baixado os braços, o ter acreditado sempre, o ter lutado e vencido.
É sempre uma questão de perspectiva.

É isso que tu és. Uma guerreira quase no final de uma guerra, de muitas batalhas. Portanto, rótulo do quê?! ;)

turbolenta disse...

Não gosto desta conversa!
Vamos lá arranjar outro assunto que este está ultrapassado.
Há aqui alguém gordo?
Só uma pessoa cheeinha, mas com uma grande força de vontade para ultrapassar a situação.
boa semana

M. disse...

oiiiiiiiiiiii

deixei-te um mimito lá no meu canto!

http://30menos23.blogspot.com/

Sofia disse...

olá! obrigada pela visita ao meu cantinho! não tens que pedir desculpa por nada! agradeço mt as tuas palavras! :)
sempre que quiseres voltar..estás á vontade! eu cá já te linkei!
boa semana!
beijocas grandes!

Sui disse...

Como sabes se ficaras para sempre com esse rotúlo...
Não estejes a ser péssimista, e mesmo k fique, pensa no lado positivo mtas pessoas ficaram supreendidas e orgolhosas da tua vitória!!
Jokinhas

Just me!! disse...

Sabes k eu tenho exactamente a mm perspectiva sb o assunto. No sábado estive com uma amiga k tb fez a mm dieta k eu, com a diferença k ela começou com menos 10 kilos k eu e ainda não foi mãe...portanto está com 63 kilos, é linda, alta toda "espalmadinha" e axa-se gorda (lol)...qdo me viu soltou um elogio (não nos viamos há 2 meses) e disse tu estás um espectaculo..etc e tal...claro k babei, neste momento temos menos de um kilo de diferença, mas o meu corpo é diferente do dela, eu não tenho akele aspecto "espalmadinho"...e disse-lhe isso mesmo, k continuava a ver-me gorda, ao k ela me respondeu k eu era tolinha e k até aparentava menos peso k os 63,8kg...mas tou k nem tu...continuo a ver-me gorda, a olhar para roupa grande, a não ter coragem de experimentar certas coisas pk são para magras etc...paranoias!! ´
Fazemos assim estela, para já tratamos do corpo, a seguir curamos a mente...tá feito!! Um passo de cada vez, um dia ainda havemos de nos rir desta conversa da treta vais ver!!
Bjs