A minha meta pessoal!

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Quando será a minha vez?

As coisas não me andam a correr muito mal, não senhora! Embora tenha estagnado no peso durante o Verão, com a ajuda imprescindível de algumas pessoas e o apoio incondicional de amigos e do amor cá de casa, voltei a conseguir perder peso, e isso anima-me, motiva-me para este processo/projecto de vida há um ano iniciado! Há no entanto, algumas coisas que me deitam abaixo, que me fazem pensar... Quando comecei a perda de peso, apoiei-me, não só mas também, nas histórias de sucesso que fui lendo por aqui; elas fizeram-me acreditar que era possível, que eu podia conseguir... Acontece que, algumas dessas histórias deram a volta ao contrário... Hoje não são histórias com um" final feliz", umas porque nem sequer eram verdadeiras, outras porque houve um retrocesso, outras porque eram mais felizes gordas do que magras, outras simplesmente porque sim!
Eu não penso, nem nunca pensei que a fonte de todos os meus problemas estivesse no meu peso, este era (e é!) apenas um deles...mas confesso, tenho receio de perder, todos os quilos que tenho que perder e não saber lidar com isso, não me identificar com o meu corpo... toda a vida fui gorda, toda a vida me vi assim, nunca sequer tive o peso que tenho actualmente (devo lá ter passado, numa corrida ascendente, claro!), e nem sei como ficarei (por fora e por dentro) se chegar ao peso ideal... Uma amiga muito querida, diz que é parvoíce, isto que sinto, que os neurónios são os mesmos... pois são, mas é a mesma cabeça, num corpo diferente, o qual penso que vou gostar mais, sentir-me melhor, é certo, mas estes pensamentos batem na minha cabeça e não os consigo evitar...

Perdoem o desabafo!

13 comentários:

MJB disse...

Olá!

Nunca aqui comentei... mas para tudo há uma primeira vez!
Porque passo cá com frequência (mais do que pensas)... porque acho que o que tens conseguido e estás a conseguir é fantástico! ... porque sei que tudo isto implica muito esforço e vontade...
Não acho nada bem, mesmo nada bem, que te passem estas coisas pela cabeça... só tens que pensar que vais ficar uma brasa e depois só tens que manter o "estilo de vida"/as alterações que fizeste (sem pensar no peso)... nas calmas!
beijo
MJB

MZ disse...

Ainda te vou amar mais,pq ao seres mais magrinha, vai ficar mais amor por metro quadrado!!!!

vania disse...

oi! há muito tempo k não passav por aqui, mas agora vim dar uma volta e resolvi deixar um comentário pk me identifiquei muito com o k dizeste, pois as vezes tb me sinto assim. Mas tb penso k se somos capazes de perder tanto peso e de ter força para isso tb teremos de ser fortes o suficiente para viver com um novo corpo, pois sabemos k temos força onde não pensavamos k a tinhamos. por isso força pk vais ficar uma "gata". beijocas grandes************

Framboesa disse...

Ei ...desabafa á vontade...Tudo o que dizes, n é novidade para muita gente...para muitas outras pessoas será...enfim...
sabes q uma vez vi num programa do Dr.Phil q muita gente não emagrece e boicota-se a si mesmo, pq tem receio q passe a ser mais abordada por outras pessoas, receber piropos, dar mais nas vistas...e acima de tudo tem receio de dp voltar a engordar e sendo assim mais vale deixar-se estar sossegada para n haver confusões...

cmg, apesar de só ter perdido 13 kilos, pedir bastante volume e começou a ser estranho para mim ver-me ao espelho...pq estava ahbituada a n gostar e depois comecei a gostar...e qd fui para a praia então ainda m fazia confusão, pq ja tinha passado a fase dos complexos cm gordita, e ja me tinha habituado a andar na praia assumindo as minhas banhas e rabiosque...e depois qd fui a primeira vez á praia menos insuflada, parece q tive vergonha, sei lá...mas axo q td isto n passam de parvoices d egajas q pensamm muiiiito (somos ca umas pensadoras!)...outra coisa q me fez confusão foi usar calças mais justas no rabo ...e...o rabo destapado, ou seja, sem casaco...isso foi do piorio...
:-)

luxas disse...

Olá!
em muitas coisas tens razão não é opreciso ser magra para ser feliz, e tal como tu já li aqui muitas vezes casos de pessoas que eram mais felizes quando eram mais gordas do que agora que são mais magras. Mas isso reflete-se em pessoas que passaram a ter um peso que não é nada proprio em relação ao peso de inicio. O mais importante é que te sintas bem.

Um beijinho

Mishi disse...

Minha querida eu sinto exactamente o que tu sentes. Há muitos anos que não pesava o que actualmente peso e ainda não me reconheço no meu corpo.
Mas é com calma e o apoio dos amigos e de quem nos ama e quer bem que conseguimos vencer estas coisas da nossa cabeça.

Tu estás a ficar cada vez mais linda, e com mais saúde, e assim que chegares ao teu peso ideal mais feliz vais ser. É assim que tens que pensar, com muito optimismo.

Um beijo enorme!

PS: Podemos combinar o almoço para o mês que vem? Este mês é mesmo complicado! E dia 22? Vens? Vem vem!!

ximiusa disse...

sei bem o k isso é.
mas ao menos tu ocupaste te com outras coisas, o novo emrego na linha 24 e ferias no verao. já eu, dei tudo (+- claro) pa isto, kdo faxia bem, fazia, kdo nao faxia bem recriminava-m. e desd ontem estou inundada num grande para k??
p isso fui afogar mágoas ao Mac.
para perguntas parvas fiz a coisa mais idiota.
MAS ESTELA O MUNDO É TEU!! e s este é um dos problemas, em breve nao será mais. ;)

Sabrina Mix disse...

Oi, Estela!

Sou do seu grupo no Projeto Natal 2008.

Bom, eu acho (tenho quase certeza) de que vou me sentir melhor com um corpo mais magro. Eu era muito feliz quando era mais magra e mal posso esperar pra voltar a caber nas roupas que eu tinha naquela época.

Olha, os elogios e a SAÚDE que se ganha ao emagrecer são capazes de transformar uma vida, viu?!

Deixa de lado essa idéia de que é melhor ser gorda do que magra, pois ela não te pertence mais!

Beijos e sucesso!!!

ccva disse...

Não tens que perdir perdão querida, afinal o blog é para isso mesmo.
O teu sentimento deve ser partilhado por muita gente. Eu não sinto medo de me ver magra, o que tenho medo é de estar no peso ideal e sentir o mesmo que sinto agora, e que ponho as culpas no peso, depois ponho as culpas onde? Na falta dele?
Mas o importante é a nossa saude, e tu sabes isso melhor que eu, peso a mais não é bom para nós.
Já conseguis-te perder de uma forma fantastica e vais conseguir continuar, e pensa que te vais sentir linda e maravilhosa, deixa os pensamento negativos de lado.
Beijinhos grandes.

Anónimo disse...

Como controlar a ansiedade, sem comer?

A ansiedade é um estado caracterizado por medo, apreensão, mal-estar, desconforto, insegurança, estranheza do ambiente ou de si mesmo e, muito freqüentemente, pela sensação de que algo desagradável está para acontecer. Além dos medicamentos convencionais, existem algumas alternativas naturais que podem nos ajudar a controlar a ansiedade. Você já experimentou alguma delas antes de começar a comer apenas por ansiedade? É sobre estas alternativas para controle da ansiedade que estamos discutindo no blog: http://osegredoparaemagrecer.zip.net/. Gostaría de saber a sua opinião. Sua participação na discussão é importante, pois a troca de idéias nos fortalece.

Abraço,

Adriana de Araújo

Juanita disse...

olá

no meu caso perdi peso e tenho conseguido manter! não te vou dizer que é fácil, e em setembro passei por uma fase muito estranha e complicada...a obesessão de não "poder" comer isto e aquilo, a paranoia de me achar na mesma (embora tenha passado dum 40 para um 36) enfim uma fase complicada...
neste memento já me sinto bem e consigo viver normalmente (claro que doces e afins só como esporádicamente, pq sei que são a minha desgraça eh eh)

beijocas e fica bem!

Luna disse...

Eu quero desejar-te muita força pra que consigas alcançar os teus objectivos

beijokas
Luna Leve

ps. vou linkar-te para te acompanhar

Saudavelzinha disse...

Antes de comentar o que escreveste (não esperava encontrar este texto aqui) deixa-me dizer-te que decidi, após muito tempo a acompanhar-te diariamente, escrever-te!Quero dar-te, antes de mais, os Parabéns!! És uma inspiração e de certeza que não apenas para mim, tenho a certeza, que quem encontrar o teu blogue, vai segui-lo e sentir outra força para lutar contra o peso!
Depois de muito te ler percebi que também podia fazer alguma coisa por mim em vez de adiar continuamente uma decisão, arrastei sempre o meu problema, deixei andar quando era apenas mais 1kg ou 2kg. Agora quero parar antes que se torne mais difícil para mim. Quero lutar e fazer uma dieta, comecei há pouco mais de 15 dias, já estou a ser acompanhada por uma nutricionista e já começo a ver resultados. Hoje decidi quer queria criar também um cantinho meu, queria ter mais um incentivo, acabei de o fazer e vinha dizer-te isso já que és a razão para tudo ter acontecido.
É a ti a quem mais agradeço, foi ao ler o que escreves que tomei esta decisão, que decidi lutar. A tua história é, tal como o nome do teu blogue, um conto de fadas. Não desistas agora, imagino que no fundo te sintas confusa mas estás fantástica assim...o peso não é nem deve ser tudo na nossa vida, mas agora estás linda...e tens que ter tempo para desfrutar essa sensação e gostares do que vês, lembrando sempre que és a mesma pessoa por dentro.
Não sei como são as outras histórias, mas a tua é linda e não podes desistir agora!
Força! Há aqui muita gente que te acompanha...

Um beijinho*

Um beijinho*